Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Pavlova de natas e curd de limão

por Formigas do Açúcar, em 02.06.18

Após muitas tentativas, muitas claras desperdiçadas e esforço em vão, finalmente domei a arte de fazer pavlova. Quantos de vocês já tentaram fazer uma pavlova e acabaram com uma panqueca no fim, sim porque a pavlova encolhe quando fica mal confeccionada.

 

Ora aqui estou eu para ajudar-vos a atingir a pavlova perfeita. Dicas e receita. Vamos a isso ?

 

Dicas:

  • A pavlova deve ser cozida a temperatura baixa;
  • Deve-se usar açúcar granulado fino, para dissolver mais facilmente;
  • O açúcar deve ser adicionado gradualmente, e dissolvido completamente, caso contrário, a pavlova encolhe após a cozedura (podem sentir com a ponta dos dedos se ainda sentem grãos de açúcar no merengue);
  • A pavlova só deve sair do forno quando estiver completamente fria.

A receita encontram aqui em baixo.IMG_7373.JPG

 

 

4 claras de ovo

225 g açúcar granulado fino

2 colheres de chá de farinha de milho

2 colheres de chá de vinagre de vinho branco

 

300 ml natas batidas (açúcar para adicionar as natas)

curd de limão

200 g morangos

200 g mirtilos

 

Pré-aquecer o forno a 160 °C . Forrar um tabuleiro com papel vegetal.

Na taça da batedeira juntar as claras, bater até consistência de nuvem. Para fazer o merengue, juntar o açúcar gradualmente, colher a colher, até dissolver completamente.

Juntar a farinha de milho e vinagre e misturar.

Colocar o merengue no tabuleiro forrado com papel vegetal. Dar uma forma arredondada ao merengue.

Colocar no forno, e descer a temperatura do forno para 150 °C. Cozer durante 1 hora até ficar dourada. Ao fim de 1 hora, desligar o forno e deixar ficar a pavlova dentro do forno para arrefecer completamente e obtendo assim uma textura de marshmallow.

Vão notar algumas fendas na estrutura do merengue, não se preocupem, isso faz parte do charme da pavlova! 

Decorar com as natas, curd de limão, mirtilos, ou outros frutos ou combinações que preferirem.

Refrigerar durante 1 hora antes de servir.

 

 

Quero ver essas pavlovas! Bom fim-de-semana 

Muahh!

Célia

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Muffins de mirtilo

por Formigas do Açúcar, em 27.02.18

Blueberry muffins ou muffins de mirtilo, como preferirem. Esta receita já tem um lugar no meu coração. Estes muffins são irresistíveis, e não se consegue comer só um!

 

Os mirtilos são uma fonte de antioxidantes, contêm vitamina A, B, C, E e K, bem como de potássio, cálcio, magnésio, e fósforo.

 

IMG_7143.JPG

 

IMG_7146.JPG

 

Receita para 12 muffins:

 

360 g farinha sem fermento

370 g açúcar branco

1 colher de chá de sal fino

1 1/2 colher chá de fermento

1/2 colher de chá de bicarbonato de soda

375 ml "buttermilk" soro de leite coalhado

1 ovo

1/2 colher de chá de pasta de baunilha

70 g manteiga sem sal

250 g mirtilos

 

 

Pré-aquecer o forno a 180 °C.

Na taça da batedeira juntar a farinha, açúcar, sal, fermento e bicarbonato de soda, misturar em velocidade baixa.

 

Num recipiente à parte, colocar o buttermilk ou também chamado o soro do leite (Aqui em Inglaterra encontra-se facilmente em todo o lado, mas caso não encontrem em Portugal, sugiro colocarem iogurte grego), o ovo, baunilha, e mexer até estar tudo bem incorporado. Adicionar esta mistura, lentamente, à mistura de farinha anterior. Bater até incorporar.

 

Adicionar a manteiga previamente derretida, e bater até estar bem incorporado e a massa suave e sedosa.

 

Por fim, juntar os mirtilos, e envolver com uma colher de pau.

 

Nota: Os mirtilos devem ser previamente passados por farinha para não irem ao fundo. Ah! E guardem uns quantos mirtilos para colocarem no topo de cada muffin antes de levarem ao forno. Ficam ainda mais bonitos. Fica a dica!

 

Distribuir a mistura uniformemente em formas de muffin, e levar ao forno 20 - 25 minutos, ou até ficarem dourados. Deixar os muffins a arrefecer em rede de pasteleiro.

 

Deixem-me saber se experimentaram e se gostaram.

 

Beijinhos,

 

Célia

 

Receita tirada do livro: The Hummingbird bakery cookbook.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bolachas sandwich de chocolate

por Formigas do Açúcar, em 24.02.18

Quando o marido pede por segunda ronda de bolachas, é porque são mesmo boas!

Receita adaptada do livro The Baking Bible de Rose Levy Beranbaum. Bolachas austríacas "The Ischler" que eu carinhosamente apelidei de bolachas sandwich de chocolate. Originalmente são recheadas com ganache de chocolate e uma compota de alperce, adaptei a receita e decidi não colocar a compota de alperce.

 

 

IMG_7031.JPG

 

 

Massa:

227 g manteiga sem sal à temperatura ambiente

132 g em pó

200 g amêndoa triturada finamente

1 ovo batido ligeiramente

extracto ou pasta de baunilha q.b.

220 g farinha sem fermento

1/2 colher de chá de sal

 

Na taça juntar as amêndoas, açúcar em pó, manteiga (a manteiga deve estar à temperatura ambiente), bater em velocidade baixa, aumentar a velocidade gradualmente até obter uma consistência fofa. Adicionar o ovo batido ligeiramente, a baunilha, e bater até estar tudo bem incorporado.

A velocidade baixa, adicionar a mistura de farinha e sal, bater até estar incorporado.

Dividar a massa em duas ou três partes iguais para facilitar o processo de refrigeração. Deixar no frigorífico a massa a descansar (envolta em película aderente) durante pelo menos 2 horas para permitir absorver a humidade uniformemente.   

 

Pré-aquecer o forno a 175 °C.

Retirar a massa do frigorífico e colocar sobre a bancada ligeiramente enfarinhada. Cobrir a massa com película aderente para facilitar o processo de esticar com o rolo da massa. Cortar com cortador de 7 cm de diâmetro e bolacha de 2 cm de altura. Colocar as bolachas num tabuleiro forrado com papel vegetal, deixar 2 a 3 cm de distância entre elas. Colocar no forno a 175 °C entre 4 a 8 minutos, ou até começarem a ganhar cor nas extremidades. (Nota: Rodar o tabuleiro a meio da cozedura para cozerem uniformemente.) Juntar as sobras e voltar a colocar no frigorífico.

 

Repetir o processo até acabar a massa. (P.S - só retirar a massa do frigorífico aquando da altura de cozer as bolachas. Isto é, não cortar as bolachas todas de uma vez, porque não vão conseguir colocá-las todas no forno ao mesmo tempo.)

Arrefecer as bolachas sobre a rede de pasteleiro.

 

 

Ganache de chocolate super firme:

230 g chocolate 60% a 62% de cacau

60 ml natas

 

Derreter o chocolate em banho-maria. Retirar do lume e adicionar as natas fervidas. Mexer bem. (Se a ganache arrefecer muito antes de terem a oportunidade de rechear as bolachas, esta pode ser aquecida novamente em banho-maria).

 

Chamem os vossos filhos para a cozinha para rechear as bolachas

 

Deixem um gosto ou partilhem se gostaram.

 

Beijinhos

 

Célia

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Passatempo - Livro Marry Berry's Simple Cakes

por Formigas do Açúcar, em 14.02.18

Tenho para oferecer um livro de capa dura "Marry Berry's Simple Cakes" com receitas passo a  passo.

 

Para isso tens de passar no Instagram das Formigas do Açúcar,  e participar!

 

Podem participar aqui: https://instagram.com/p/BfCFAtyhSek/

 

Boa sorte! Beijinhos.

 

IMG_6906.JPG

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bolachas de tâmaras, chocolate e nozes pecan

por Formigas do Açúcar, em 21.01.18

Bom domingo!

 

Estas bolachas são uma tentação e super fáceis de fazer.

 

Não vão conseguir comer só uma!

 

Se quiserem a receita deixem nos comentários :) 

 

cookies.jpg

 

 

Beijinhos

 

Célia

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Feliz Ano 2018!

por Formigas do Açúcar, em 04.01.18

Feliz Ano Novo! Com muitos bolinhos e receitas novas para vos mostrar! :) Imagem de Julie Dessine.

IMG_6698.JPG

Beijinhos Célia

Autoria e outros dados (tags, etc)

Bolo de Banana

por Formigas do Açúcar, em 04.06.17

A minha primeira tentativa na confecção de bolo de banana, 2 ou 3 anos atrás, digamos que não foi das melhores... Sempre pensei que detestava este bolo, e nunca mais voltei a testar outra receita. Mas tudo mudou quando provei uma fatia deste bolo divino, numa livraria local onde os leitores se reúnem para por a leitura em dia, acompanhado de uma fatia de bolo e um bule chá. Contudo, desconheço a receita aqui usada, ao qual eu fui tentar recriar para casa.

 

Usei a receita "Banana Loaf"do livro The Hummingbird bakery - cookbook. Adaptei a receita e adicionei meia colher de chá de "all spice" e não adicionei o gengibre em pó. Para quem tem sempre bananas lá por casa e não sabe o que fazer com elas, aqui está uma ideia!

 

IMG_5885.JPG

 

IMG_5893.JPG

 

 

270 g açúcar mascavado

2 ovos inteiros

200 g banana esmagada (maduras)

280 g farinha sem fermento

1 colher de chá de fermento

1 colher de chá de bicarbonato de soda

1 colher de chá de canela

1 colher de chá de gengibre em pó

140 g de manteiga sem sal derretida

 

Pré-aquecer o forno a 170 C.

Bater o açúcar e ovos, adicionar a banana esmagada. Juntar os ingredientes secos, farinha, fermento, bicarbonato de soda, canela, gengibre. Eu optei por não colocar o gengibre, em vez disso adicionei "all spice". Finalmente, adicionar a manteiga derretida.

Colocar no forno em forma de bolo inglês 23x13 cm durante aproximadamente 1 hora, untada com manteiga e polvilhada com farinha, e se desejarem coloquem papel vegetal para ajudar na altura de remover o bolo da forma.

 

Bom domingo, e todos para a cozinha para testar esta maravilha! 

 

Beijinhos

 

Célia

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tarte de Maçã - Mary Berry's Baking Bible

por Formigas do Açúcar, em 04.05.17

 

Eu tinha prometido a receita da tarte de maçã, pois bem eu não me esqueci :) Ficou deliciosa e super económica. Podem encontrar a receita no livro Mary Berry's Baking Bible, deixo a receita em baixo.

 

 

 

tarte.jpg

 

Receita 

Massa quebrada:

175 g farinha sem fermento

75 g manteiga sem sal fria

1 gema grande

água se necessário

 

Recheio:

900 g maçãs 

50 g manteiga

2 colheres de sopa de água

4 colheres de sopa de compota de alperce

50 g açúcar branco

raspa de meio limão

 

Cobertura:

225 g maçãs docinhas para colocar por cima

1-2 colheres de sumo de limão

1-2 colheres de sopa de açúcar branco para polvilhar

 

Para fazer a massa quebrada, misturar a farinha e manteiga fria, esfarelar entre os dedos até obter uma areia. Adicionar a gema de ovo e amassar até obter uma massa, adicionar um pouco de água se necessário. Refrigerar por 30 minutos.

 

Pré-aquecer o forno a 180 °C. Para o recheio de maçã, retirar as sementes e cortar 900 g de maçãs grosseiramente para dentro de uma panela que contem a manteiga já derretida, e adicionar a água. (Eu não retirei a pele às maçãs, a pele confere sabor, e esta vai acabar por ficar no passador de qualquer maneira. Salpiquei com canela embora a receita não diga para o fazer. Canela liga bem com maçã!) Cobrir a deixar cozinhar em lume brando durante 15-20 minutos. Depois de cozinhadas, passar as maçãs por um passador fino de modo a transformar a mistura num puré suave. Adicionar a compota de alperce, açúcar branco e raspa de meio limão. Cozinhar ao lume 5-10 minutos para evaporar o excesso de água, e até obter um creme mais espesso. Deixar arrefecer o creme de maçã.

 

Tirar a massa quebrada do frigorífico, estender e cobrir a tarteira de 20 ou 23 cm de diâmetro. Cobrir com papel vegetal e feijões secos, levar ao forno por 10-15 minutos. Retirar do forno e remover o papel vegetal e feijões. Levar ao forno novamente por 5 minutos para secar a base da tarte. 

 

Retirar do forno a base da nossa tarte. Rechear com o creme de maçã. Agora com as nossas maçãs mais docinhas, retirar a casca e cortar em fatias finas. Cobrir a tarte com as fatias de maçã. Salpicar as fatias de maçã com sumo de limão para evitar a oxidação da maçã. Polvilhar as maçãs com açúcar branco. Colocar a tarte no forno durante 25 minutos ou até estar dourada.

 

Para dar brilho depois de sair do forno. Numa panela, juntar compota de alperce e um pouco de água, aquecer ligeiramente e pincelar a tarte com este preparado.

 

E agora deliciem-se! Com uma bola de gelado de baunilha a acompanhar também fica muito bem.

 

Sigam as outras redes sociais (Instagram e Facebook), e se gostaram deixem aqui um Gosto! :)

 

Beijinhos,

 

Célia 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pastéis de Feijão, adoro!

por Formigas do Açúcar, em 21.04.17

Quem está comigo? Quem adora pastéis de feijão? A receita remonta ao século XIX, e foi criada em Torres Vedras. Os ingredientes base são a amêndoa e o feijão branco. E muitas gemas, pois claro!

Sempre adorei pastéis de feijão e neste momento não os consigo comprar na cidade onde vivo (no estrangeiro). A receita é óptima e foi desenvolvida pela Leonor de Sousa Bastos. Podem encontrar muitas outras receitas dela aqui, incluindo esta. Deixo a receita para estes pastéis de feijão aqui em baixo, vale mesmo a pena.

 

IMG_5773.JPG

 

Para 12 unidades:

Massa Tenra:
100 g de farinha de trigo
15 g de manteiga
Leite q.b. (uns 50 ml)
Uma pitada de sal

Amassar tudo até que fique homogéneo.
Descansar 1 hora, tapada com film.

 

Recheio:
500 g de açúcar
125 g de polme de feijão branco cozido (passado e sem pele)
125 g de amêndoa moída
12 gemas
Açúcar em pó (para polvilhar)

 

Por o açúcar ao lume com um pouco de água até que alcance o ponto de espadana (117 ºC e 40 Bé).
Juntar o polme de feijão e ferver um pouco.
Juntar a amêndoa moída e ferver um pouco mais.
Tirar do lume e juntar as gemas passadas pela peneira, mexendo sempre para que não talhe.
Levar de novo a lume brando, mexendo por 10 minutos.
Deixar arrefecer.

Pré-aquecer o forno a 225 ºC.
Estender a massa sobre uma superfície polvilhada de farinha até que fique muito fina.
Forrar 12 forminhas com a massa e rechear.
Cozer sobre um tabuleiro de forno por 20-25 minutos.

 

Bons bolos e bom fim-de-semana.

 

Célia

Autoria e outros dados (tags, etc)

Macarrons e Paris

por Formigas do Açúcar, em 22.03.17

 

   Desde a minha curta viagem a Paris (dois anos atrás!) que andava tentada a experimentar fazer macarrons. Essas adoradas criaturas que se desfazem na boca como uma nuvem e que nos deixam a rezar para que não engordemos mais 100 gramas por cada dentada. Durante a viagem, eu determinada, ora qual Indiana Jones em busca da arca perdida, fiz-me ao caminho da avenida dos Champs-Elysées "la plus belle avenue du monde". Lá podem encontrar os mais famosos macarrons de Paris e de todo o sempre, na Ladurée.

  

 

eu em Paris.jpg

 

 

   Ora bem, consta que a avenida tem 1.9 kilómetros de comprimento e 70 metros de largura, a minha missão estava a ser dificultada por motivos que me eram alheios. Além disso, o cansaço começava a surgir nas pernas que já tinham percorrido meia Paris. Procurei, procurei... procurei... E nada de Ladurée. Ora bolas! Seria assim tão difícil encontrar uma loja que certamente não passaria despercebida?! Era! E assim foi, o cansaço levou a melhor e acabei por desistir, voltei para o metro com a lágrima no canto do olho (já dizia o Bonga!).

  

 

    Paris ficou no mesmo sítio e os macarrons que eu nunca cheguei a provar (snif).

 

  Sempre tive a ideia que era uma conquista fora do meu alcance, tamanha a complexidade e perfeição que seria necessário atingir para fazer macarrons. Até que recentemente uma receita da Filipa Gomes me convenceu a tentar confeccionar estas belezas. Podem encontrar a receita aqui. Segui a receita religiosamente! Excepto o recheio e as cores dos macarrons. Quanto ao recheio, optei por um cream cheese de baunilha. Azul e laranja foi a palete de cores escolhidas.

 

IMG_5575.JPG

IMG_5578.JPG

 

 

Também vocês podem agora tentar aventurar-se na confecção de macarrons 

 

Que me dizem? 

 

Beijinhos 

 

Célia

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Sigam-me no Facebook


Sigam-me no Instagram


foto do autor




Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D

twitter



Links

  •